Volvo S40 T4 (1998)

Nuno Resende

 

    Decidi-me por comprar um Volvo porque era um automovel que sempre admirei. Quando optei por ter uma 2ª viatura perdi algum tempo a ver concessionários de várias marcas mas no entanto quando entrei na Volvo rapidamente decidi que tinha que ser um Volvo. Entre optar por um S40 1.6 e o S40 T4 foi necessário apenas uma pequena volta no T4, embora tivesse mais um ano do que o outro o preço também era mais acessivel ( não cheguei sequer a experimentar o s40 1.6 ). Embora de inicio tivesse alguns problemas, estou bastante satisfeito com a aquisição.

+ positivo: grande desempenho a baixas rotações e excelente a nível de aceleração e recuperações, muito confortável e espaçoso, estabilidade e segurança em curva e travagem.

- positivo: suspensão um pouco desconfortavel e algo barulhenta em piso irregular e claro os consumos a alta rotação ( claro que já sabia deste pormenor mas a performance justifica mais uns euritos em combustivel ).

Conclusão:  Um carro que me faz sentir confortavel e muito seguro ( embora um carro não faça milagres ), que me dá muito gozo quando pensam que estão a picar e ultrapassar mais uma "banheira" e não conhecem o que vai dentro do capô dum Volvo.

    Há quem diga que quem tem um Volvo é para a vida inteira porque ninguem os quer, é dificil de os vender  e porque desvaloriza bastante. Maior parte das pessoas que me dizeram isso e disfrutaram um pouco ao andar no meu carro hoje em dia tem uma opiniao diferente ( porque será ? ).

    Eu digo que quem tem um Volvo para a vida inteira é porque sabe o que quer e sabe o que é um Volvo e alem disso mesmo uma viatura usada Volvo não está ao alcance de qualquer um.