Volvo DRIVe Challenge

Versão para impressão

logovolvochallenge Lisboa-Paris (1900 km) com um depósito de gasóleo e uma média de 2,5litros/100 km.

Os três Volvo C30 DRIVe chegaram a Paris com um só depósito e António Almeida, o condutor vencedor, percorreu mais de 1900 kms com apenas um depósito de gasóleo.

 

 

 

Cerca de 24h depois da partida, o destino alcançado pelos três concorrentes do Volvo DRIVe Challenge acabou por ser mais distante do inicialmente previsto. Os três condutores que, no dia 26 de Junho, partiram de Lisboa com o depósito de 50 litros atestado e selado chegaram à cidade francesa ainda com pouco menos de meio depósito e tiveram de definir uma nova meta: Paris.

Todos os carros chegaram à capital francesa (dois chegaram mesmo a ultrapassar a cidade) com o Volvo C30 Nº 3 pilotado por António Almeida a ser declarado vencedor, depois de 1937,7 km e uma média de consumo de 2,5l/100km. As médias dos outros dois concorrentes, Rui Pedro Martins e Rui Nuno Eloy, são também impressionantes: 2,7 e 2,9 litros por 100 km para 1897,7 e 1766,5 kms percorridos, respectivamente.

volvo-race3"Estas médias de consumo são extraordinárias para um carro de série e sem qualquer preparação especial para a corrida", declara Aira de Mello, Directora de Comunicação e Relações Públicas da Volvo Car Portugal. "O valor médio de emissões de CO2 de Lisboa a Paris foi de 70g/km, um valor impressionante que fez desta a corrida mais económica, e também, a mais ecológica do mundo. Os C30 revelaram a sua enorme autonomia e provaram que numa utilização normal são a aposta certa para quem quer ir mais longe respeitando o planeta e poupando combustível", acrescenta a responsável pela marca sueca. "Os três3 concorrentes estão de parabéns, todos ultrapassaram o objectivo inicial e chegaram onde poucos esperavam com a sua condução ecológica" remata.

Esta foi uma "corrida" onde não contou a velocidade mas sim a inteligência para a aproveitar da melhor maneira as características do C30 DRIVe para levar cada condutor o mais longe possível com um só depósito.

 

Aira de Mello espera que este desafio promova uma maior atenção de todos os participantes aos pequenos/grandes detalhes que transformam uma condução gastadora numa mais ecológica: "Quem se prepara para o Volvo DRIVe Challenge necessariamente terá que pensar, estudar e pesquisar formas alternativas de condução que o/a possam levar mais longe quer na pré-selecção quer na corrida. São dicas e truques muito simples que hoje não valorizamos mas que esperamos venham a ficar na retina das pessoas e possam contribuir para uma utilização mais eficiente do automóvel, mesmo depois de terminado o Challenge e seja qual for o automóvel que se conduz."

2883778526_0c391b60ca